Empresários de Ubiratã começam receber as primeiras parcelas de auxílio aluguel

A pandemia do Coronavírus afetou todos os setores da economia do município de Ubiratã. E entre a classe empresarial, os que mais sofrem são os pequenos e médios empreendedores; a maioria sem recursos para dar continuidade em seus negócios, provocando desemprego e recessão.

Uma das saídas para diminuir a sangria provocada pela Covid-19 surgiu numa parceria entre a Prefeitura Municipal e a ACEU (Associação Comercial e Empresarial) por meio do Programa Acelera Ubiratã. Trata-se de um auxilio emergencial que, com o aval da Câmara de Vereadores, contribui de forma significativa, com o ressurgimento de várias empresas que estavam nas vias da falência.

Para garantir o auxílio aos empresários, o prefeito Fábio Dalécio está usando recursos que estavam orçados para a realização da Expobira 2021 – evento cancelado em função da calamidade pública provocada pela pandemia. São R$ 150 mil que passaram a ser utilizados pelas empresas para quitar 50% do valor do aluguel.

O presidente da ACEU destaca a importância do auxílio para o comércio do município. “Havia empresário que não sabia se pagava o aluguel ou o boleto”, relatou Fábio Teifke sobre a preocupação de empresários que estavam sem a mínima condição financeira para pagar suas despesas mais básicas como salários, aluguel e contas de água e luz.

O auxílio emergencial vigora desde o mês passado, logo após a sanção do prefeito ao projeto votado pela Câmara que assegurou a destinação dos recursos para fazer frente à crise da pandemia. “Hoje, graças ao auxílio emergencial a prefeitura está liberando ajuda para as empresas mais afetadas”, acrescentou o presidente da ACEU.

O Secretário de Desenvolvimento Econômico, Laércio França de Oliveira, alerta para a necessidade de um pouco de burocracia por conta da necessidade de transparência. “Tem que ser um processo muito claro e transparente, pois trata-se de recursos públicos, que precisam ser muito bem utilizados”.

ACELERA UBIRATÃ

O Acelera Ubiratã é um projeto do Executivo que conta com a parceria e apoio da Associação Comercial e Empresarial de Ubiratã. A contrapartida da associação no projeto se dá no cadastro, análise e encaminhamento dos documentos para a Secretaria de Finanças da Prefeitura. “Nossa equipe está pronta para receber os empresários, orientá-los quanto aos requisitos e analisar a documentação que os enquadra a receber o auxílio. Não vamos resolver, mas vamos amenizar o impacto econômico sofrido por boa parte do empresariado ubiratanense”, diz o presidente da ACEU, Fábio Teifke.

Fonte: Assessoria de Comunicação Prefeitura Municipal de Ubiratã


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *